Finalmente, aquela entrevista de emprego que você tanto esperou foi agendada. Sua cabeça, agora  imagina todos os tipos de cenários e situações possíveis. 

Será um bate-papo curto, alegre e informal, terminando com um aperto de mão firme e uma oferta de emprego? Ou você se encontrará com um painel de rostos severos que passará uma hora interrogando você enquanto suas mãos suam frio e a ansiedade causa brancos irreparáveis?

Eu sei, pois já passei por situações assim,  mas hoje sei que a entrevista de emprego, apesar de parecer um mistério, pode ser muito tranquila e fácil de você conduzir.

As entrevistas são uma conversa de mão dupla

Qual é o motivo de você precisar ser entrevistado quando almeja um cargo, especialmente quando ele é muito bom?

 O entrevistador deseja:

  1. Entender se você é um bom candidato em termos de habilidades, potencial e personalidade;
  2. Passar uma impressão positiva da empresa e da oportunidade. Eles não conseguirão nenhuma dessas coisas se você tiver uma experiência de entrevista negativa e não se sentir confortável para ter o melhor desempenho. Portanto, espere e prepare-se para menos interrogatórios e mais conversas bidirecionais, nas quais os dois avaliam a adequação um do outro.

E, como em qualquer outra situação, a preparação dos dois lados é a chave para uma entrevista bem-sucedida. Portanto, antes dela, aconselho que você se prepare para cada uma das etapas descritas abaixo, buscando o apoio do seu recrutador, quando necessário:

Etapa 1: Chegando na recepção

Sua chegada é a primeira chance de você demonstrar sua confiança e profissionalismo, e mesmo essa parte da entrevista exige uma visão de futuro.

Antes da entrevista, seu recrutador fornecerá as principais informações sobre quantas pessoas estarão presentes, seus nomes completos e cargos, a que horas e onde. Tenha essas informações salvas no telefone ou anotadas em um papel, para saber exatamente por quem procurar e o que falar ao chegar à recepção. 

  • Planeje sua rota, chegue com pelo menos 15 minutos de antecedência e reserve tempo para atrasos inesperados.
  • Escolha sua roupa com antecedência, certificando-se de que ela é própria para a ocasião. Ainda que o código de vestimenta dos funcionários seja casual, jamais compareça a uma entrevista de emprego vestido informalmente, de maneira desleixada, com aspecto de sujeira nos corpo, cabelos, roupas e sapatos. Tome cuidado, também caso você leve uma pasta ou algum outro material que seja visível – ele também será analisado.
  • Cumprimente o entrevistador de maneira que confiante, isto é, com um sorriso aperto de mão – se ele se dispuser a isso – e postura ereta.
  • Enquanto espera na recepção, sente-se direito, resista à tentação de usar seu telefone celular e quaisquer outros dispositivos pessoais. Demonstre educação com a recepcionista e com qualquer outra pessoa com quem entrar em contato, nessa ocasião.

Etapa 2: o início de sua primeira entrevista de emprego

Agora, na própria entrevista. 

Você será levado a um espaço privado e tranquilo e provavelmente lhe oferecerão água, café, chá – sugiro que peça água e caso precise ganhar algum tempo, tome um gole enquanto pensar o que falar.

Atenção: não tome água desesperadamente. Tome apenas goles pequenos e espaçados.

Quando estiver sentado na sala de entrevistas, o entrevistador se apresentará e provavelmente perguntará o que você já sabe sobre a empresa. Eles vão querer verificar se você está entusiasmado com este trabalho e se importa o suficiente para ter feito sua pesquisa.

Não há desculpas para não fazer sua lição de casa, já que vivemos na era digital. Dessa maneira, alguns dias antes da entrevista:

 prepare-se para falar sobre o que está abaixo com suas próprias palavras. 

Certifique-se de demonstrar interesse verdadeiro, destacando tudo o que achou particularmente impressionante e solicitando ao seu recrutador que esclareça tudo o que não tem certeza:

  • Como a empresa se formou, quando, por que e por quem. Essas informações devem estar disponíveis na seção “Quem somos” no site da empresa.
  • Seus produtos e serviços específicos, além dos valores e pontos de venda exclusivos como organização e tudo o mais, que seja um diferencial na empresa em questão.
  • Quaisquer sucessos, prêmios e campanhas recentes. Dê uma olhada nas páginas de mídia social para ter uma ideia melhor sobre como a empresa se apresenta e quais são os destaques que ela, possivelmente tenha tido no mercado.
  • Você deverá falar tudo isso, de maneira rápida e organizada. Lembre-se que todo discurso deve ter início, meio e fim. Treine isso! Assim, você não correrá o risco de ser repetitivo(a), falar demais ou deixar algo importante fora.

Crie o hábito de pensar logicamente: com começo, meio e fim. Isso será, com certeza um importante diferencial para você!

Etapa 3: Conversando com o entrevistador sobre do seu currículo

Em seguida, seu entrevistador solicitará que você fale sobre o seu currículo. Espera-se que você conte, em poucas palavras – com começo, meio e fim – a história de sua carreira: como começou, porque, o que é importante, o que não deu tão certo, como você se superou e o que o levou a se sentar na frente deles hoje.

Com isso em mente, leve uma cópia do seu currículo na entrevista, planeje com antecedência, a fim de vincular seu currículo à função para a qual está se candidatando.

  • Decida em quais partes do seu currículo você deseja fornecer apenas uma visão geral e em quais detalhes entrar. Por exemplo, você pode estar solicitando uma função de vendas. Portanto, você falaria mais sobre seu trabalho como assistente de varejo, do que de qualquer outro.
  •  Prepare-se para explicar quaisquer lacunas no seu currículo. Se você esteve viajando, fazendo intercâmbio, doente, com problemas na família, estudando ou procurando emprego – informe ao entrevistador o que esteve fazendo nesse período em que não trabalhou.
  • Escolha as áreas do seu currículo a serem destacadas, como realizações acadêmicas e atividades extracurriculares relacionadas ao cargo que você reivindica.
  • Conclua explicando como sua jornada até agora o(a) levou até aqui hoje e por que você está interessado(a) na oportunidade.

Caso essa, seja a sua primeira entrevista de emprego, você provavelmente tem uma experiência limitada e se sentir preocupado(a) por não ter o que contar. Não se preocupe, apenas fale das suas vontades, sonhos e interesses profissionais de maneira objetiva, clara e o mais convincente possível .

Etapa 4: Respondendo às perguntas do entrevistador

Em seguida, seu entrevistador terá preparado um conjunto de perguntas para que você possa avaliar sua adequação ao trabalho. Elas medirão suas competências chave, seu potencial para ter sucesso na função e se você é um bom candidato.

Com isso em mente, é do seu interesse responder com honestidade e não exagerar suas habilidades e experiência. No entanto, não tenha medo de contar seus pontos fortes. Fale deles honestamente e da forma mais intensa que conseguir.

Prepare-se pesquisando as perguntas mais frequentes feitas em entrevistas de emprego, como: “Por que você se considera adequado para esse trabalho?” Planeje os pontos-chave a serem incluídos nas respostas com antecedência e lembre-se dos seguintes  prós e contras:

  • Fale devagar e com clareza
  • Mantenha uma boa postura, forte contato visual e um sorriso aberto;
  • Fale novamente sobre quaisquer reivindicações sobre suas habilidades;
  • Direcione suas respostas de maneira que elas sejam próprias para o cargo em questão;
  • Nunca responda a uma pergunta com “Não sei”. Peça ao entrevistador que repita a pergunta ou faça-a de maneira diferente, se você não a entendeu;
  • Não fale negativamente sobre qualquer uma de suas experiências. Certas perguntas podem levar a isso, por exemplo: “Por que você deixou seu emprego no varejo?” Embora incentivemos a transparência, você também precisa ser profissional e positivo(a). Jamais fale mal ou diminua uma função anterior;
  • Nunca interrompa. Faça uma pausa por um segundo, antes de responder a uma pergunta, para verificar se o entrevistador terminou de falar. Isso também lhe dará um segundo para pensar em suas respostas;

Se ainda não o fez, peça a um amigo, membro da família, que faça algumas perguntas da entrevista com você. 

Etapa 5: Fazer perguntas ao entrevistador

Em seguida, você será perguntado se tem uma pergunta para o entrevistador. Não subestime a importância desta parte da entrevista. Ele quer saber o quanto você está interessado no trabalho e se dedicou um tempo para preparar perguntas que o(a) preparem, ainda mais, para o cargo em questão. É claro que há boas e más perguntas, por isso é essencial que você entenda a diferença antes de aparecer na entrevista. Pergunte por exemplo:

  • Sobre o seu papel, por exemplo: “Como esse papel evoluiu?”
  • Sobre a  área profissional do entrevistador – certifique-se antes, se ele trabalha na empresa – por exemplo: “Qual é a sua parte favorita de trabalhar aqui?”
  • Faça perguntas, sobre a empresa que não puderam ser facilmente encontradas, por exemplo: “Como você descreveria a cultura da empresa?”

O que nunca perguntar:

  • Perguntas pessoais para o entrevistador, por exemplo – “Quantos anos você tem?”
  • Perguntas que começam com “Eu precisaria”,”Eu gostaria”. Isso mostra relutância e soa negativo;
  • Perguntas sobre férias, benefícios e salário. Isso pode parecer presunçoso e será negociado em outro momento;

Etapa 6: terminando a sua entrevista de emprego

Por fim, o entrevistador provavelmente encerrará a entrevista confirmando as próximas etapas do processo e os prazos esperados para o feedback. 

Entenda: nesse momento, eles estão gerenciando suas expectativas, pois podem ter alguns outros candidatos para ver, e o processo de tomada de decisão pode levar tempo. Você também pode ver isso como sua chance de deixar uma boa impressão: lembre-se de agradecer ao entrevistador pelo tempo dispensado e confirme seu interesse no cargo – sem exageros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *